sexta-feira, 20 de junho de 2014

Deus Vai Pedir a Conta.



Hoje, eu não iria postar nada, entretanto, resolvi fazer, mesmo estando com uma agenda de compromissos extremamente cheia. A razão é esta notícia “Quando eu morrer, vou contar tudo a Deus”, afirma criança vítima da guerra na Síria , me comovi com as palavras deste menino de três anos e logo me veio a cabeça a frase do título, Deus vai pedir a conta. 

Deus não morreu, não dormiu e nem virou o rosto. Deus não esqueceu do mundo. Ele está olhando para nós, pois somos o mundo. Pense um pouco, se você pudesse estar em todos os lugares, saber de todas as tragédias e ver aqueles que se dizem seus se preocupando com coisas idiotas, como você estaria? 

Provavelmente com muita raiva. Mas, ainda bem que você ou eu não somos Deus. 

Entretanto, isso não nos impede de saber que o dia está perto, o dia em que, tanto os incrédulos, quanto crédulos vão ter que pagar a conta. E talvez, para muitos que arrotam salvação, o fim seja de dor e vergonha... mas enquanto este dia não chega, inocentes morrem e se juntam ao coro daqueles que no céu dizem: "Senhor, a terra tomou o meu sangue, quando oh Senhor, tu voltarás e julgarás as nações?"

 Enquanto isso, na terra, muitos apenas levam a vida como burros, que não olham para os lados. Talvez, ou melhor, muito provavelmente, tanto eu que escrevo, quanto você que me lê somos parte deste rebanho de jumentos, preocupados com tão pouco, enquanto muitos outros apenas morrem... Só podemos mesmo rogar por misericórdia pela nossa arrogância e sujeira. 

E neste pedido de misericórdia cabe um adendo, que não seja um pedido egoísta, que seja um pedido representativo. Assim como foi o sacrifício do segundo Adão, seja também a nossa oração, "misericórdia Senhor pela arrogância e sujeira da humanidade, da minha, da tua, da nossa..." Ei, e que o pedido não pare por aí, mas que se torne um levante, pois a misericórdia de Deus não foi um tempo de espera, ela foi uma ação, ela foi redenção. 

Sejamos, portanto, a ação da sua redenção. Pois brevemente, Deus vai pedir a conta.